Quando resolvi documentar minhas viagens através desse quadro já possuía um histórico de lugares visitados. Porém, estabeleci como meta voltar a cada um deles para conhecer mais um pouco e também para poder  registrar melhor a minha experiência com a cidade e expor isso por aqui. Claro que ainda há uma lista enorme de lugares para conhecer e os planos são muitos, mas sabemos que é necessário mais do que planos para executá-los, então aos poucos espero ir conseguindo realizar.

Minha última viagem foi um retorno a Natal, no Rio Grande do Norte e embora tenha sido para um lugar ao qual eu já houvesse ido, há sempre algo novo para ser explorado. E foi essa viagem que me fez perceber que não conhecia nada dessa cidade maravilhosa da qual só tenho coisas positivas para retratar. Foi uma viagem curta e cansativa, porque conhecer muitos lugares em dois dias não é tão fácil como se imagina, mas valeu muito a pena.

diario-de-viagem20 diario-de-viagem22 diario-de-viagem21

A cidade
Ficamos hospedados na pousada Maria Bonita, que fica em Ponta Negra, área nobre da cidade e super bem localizada, ou seja, tínhamos tudo por perto e chegou a ser difícil escolher apenas um lugar para conhecer na noite da cidade. Como fiquei apenas uma noite, tinha que escolher bem o lugar onde iria comer, então o dono da pousada nos sugeriu conhecer o restaurante Samburá, que alegava ter a melhor pizza de Natal. Bom, para ser sincero realmente foi a melhor pizza que já comi, não foi à toa que indiquei pelo snap durante a viagem (segue lá danielsaraivaf) não só pela comida, mas o ambiente possuía aquele aconchego de casa, além de oferecer as músicas que você deseja na sua playlist . Mas para quem não gosta de pizza há também uma grande variedade de lugares para visitar na região.

diario-de-viagem38

Despesas
Ao todo foram gastos R$ 360, 00 por tudo, um número muito bem aproveitado, se levarmos em consideração outras empresas que cobram um preço bem mais alto por um passeio com menos vantagens. Lembrando que esse valor final só foi possível graças à empresa de excursão, que nos indicava os melhores restaurantes e lugares por um preço acessível, o que no final me fez perceber que a viagem saiu muito em conta.

Atrações

Uma das principais atrações da região é o maior cajueiro do mundo. Vale a pena a visita para conhecê-lo e não se esqueça de tomar o suco de caju, que é oferecido ao final do tour. O cajueiro fica na Praia de Pirangi do Norte, onde é feito um passeio de barco pelos corais, onde optei por não ir para desfrutar mais da praia, pois na viagem anterior já havia conhecido os corais. Não me arrependi, a praia é ótima para banho e um pouco deserta, deixando você mais à vontade. As praias que também conheci na excursão foram a Praia das Rendeiras, Praia dos Artistas, Praia do Forte, Ponta Negra e Genipabu, mas como o tempo era curto não pude desfrutar de todas elas.

Conhecer o Forte de Natal é como viajar na história de Rio Grande do Norte, portanto essa foi uma parte muito importante da excursão, poder conhecer cada compartimento daquele monumento histórico, sem falar que a vista ao redor é de tirar o fôlego. Senti muita vontade de tomar banho na praia do Forte, de tão bela que ela é.

Pela primeira vez conheci um aquário que era zoológico – preciso dizer que acho meio cruel a ideia desse tipo de atração pelo que já vi de alguns zoológico espalhados pelo mundo,  porém, esse é diferente, o Aquário de  Natal resgata animais que não têm condições de viverem no seu habitat natural e cuida para que ele tenha uma vida semelhante a da natureza. O Aquário não faz parte de nenhuma organização governamental e tudo é sustentado com as visitas que o local recebe. Gosto tanto de animais que em alguns momentos do passeio parecia uma criança admirando os bichinhos Foi uma experiência incrível.

diario-de-viagem23 diario-de-viagem25 diario-de-viagem26 diario-de-viagem27 diario-de-viagem28 diario-de-viagem29 diario-de-viagem30 diario-de-viagem31 diario-de-viagem32 diario-de-viagem34 diario-de-viagem35 diario-de-viagem36 diario-de-viagem37 diario-de-viagem38 diario-de-viagem39

Apesar de ter conseguido o prodígio de conhecer muita coisa dentro de dois dias, meu conselho é que você passe no mínimo uma semana para fazer uma viagem completa. Natal é uma cidade cheia de atração, por isso não dá para se limitar a passar poucos dias, cada rua tem algo para conhecer e no caminho de um ponto para outro vi muita coisa que tive vontade de parar a excursão para fotografar. Pretendo voltar futuramente com mais calma, porém o destino segue e quero planejar o próximo roteiro para visitar. A mala está lá no cantinho do quarto, só esperando a próxima aventura.

Abraços!

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

6 opinaram sobre “Rio Grande do Norte – Natal, dois dias no paraíso”.

  1. Victória Freitas

    8 de julho de 2016

    Natal é lindaaa! (sou super suspeita pra falar, moro aqui kkkkkk) Adorei o post, suas fotos ficaram lindas!
    Beijooos,
    Victória Freitas

  2. A Negra e seus Tons

    8 de julho de 2016

    Realmente, dois dias é pouco para conhecer a cidade mas você conseguiu aproveitar ao máximo.
    Já fui em Natal quando pequena e morro de vontade de voltar lá.
    Bjus

    Blog – A Negra e seus Tons
    Fanpage / Instagram / Twitter / Canal

  3. Daniele

    8 de julho de 2016

    Me disseram que Natal é muito bonita! Não conheço nada do norte/nordeste do Brasil…
    As fotos ficaram ótimas!

    Bjos

  4. Ethan Blazer

    8 de julho de 2016

    Ainda não conheço Natal e pelas fotos parece um lugar bem tranquilo. E esse valor nas despesas? Pensei que seria um pouco mais caro, já que estamos no período de férias. Parabéns pelo post Daniel. Abração.

    http://santuarioethanblazer.blogspot.com.br

  5. Mami Jornalista

    16 de julho de 2016

    Que lugar maravilhoso! Ainda não tive oportunidade de conhecer Natal, mas está na minha listas de viagens que eu preciso fazer!