Por Daniel Saraiva em 30 de dezembro de 2016

Diante de todas as dificuldades que vivenciei ao longo do ano, reaprender sobre a vida foi a melhor delas. Descobri que momentos ruins não vêm em nossa vida apenas uma vez, mas que logo após a tempestade coisas boas virão. Tudo isso acaba se tornando um ciclo que nunca deixa a vida entediante, e sim cheia de aventuras.

Não cumpri metas e tracei objetivos, mas assim como todo mundo esperei coisas boas de 2016. Se elas chegaram? Não da maneira como eu gostaria e em alguns casos vieram de uma forma diferente, mas foi isso o que tornou tudo melhor: o fato de não ser o esperado. Confesso que dificilmente esquecerei algumas coisas que 2016 me proporcionou, que foram bem desconfortáveis inclusive, mas preciso seguir em frente e deixar para trás essas experiências ruins. Não quero ficar com acúmulos de passado e nem de futuro, quero viver o presente e por mais um ano não traçarei metas e nem objetivos, farei o que for possível com as oportunidades que me forem dadas e com as portas que serão abertas no meio da caminhada. Isso não é ser acomodado, mas sim evitar criar expectativas em cima de coisas que nem sempre podemos realizar, mas que insistimos em colocar em listinhas fúteis que no final só nos levam a uma grande frustração.

Vale ressaltar que pretendo explorar outros rumos, sinto que 2017 será um capítulo muito diferente de tudo o que já vivi, só não sei ainda se isso será bom ou ruim, apenas falo com base nos acontecimentos que a vida me trouxe nesse finalzinho de 2016 e que terão continuidade em 2017. Se estou nervoso? Demais, sinto a continuação de uma história, porém de uma maneira totalmente nova.

Pretendo aprimorar cada vez mais os projetos que estão em aberto e lógico que o blog está incluído nisso, daqui a pouco completaremos 6 anos e quero investir cada vez mais neste espaço, que foi o que me ajudou a me encontrar. Quero poder viver mais meus sonhos e seguir caminhos diferentes, e tudo isso começará a acontecer a partir de 2017. Se você estiver curioso com o que virá, terá que continuar acompanhando o Garoto in Foco, lendo os posts, vendo a fan page e dando aquela curtida, afinal o Facebook dá prioridade em visualização a quem está sempre interagindo com a página.

Bom, finalmente chegamos ao fim da Retrospectiva e fica difícil fechar a porta de 2016, mas farei o seguinte: irei na frente e deixo vocês a serem os últimos a sair e fechar a porta. O por quê disso? Porque sei que vocês ainda querem ler e reler mais alguns posts por aqui, então eu deixo vocês à vontade e ainda tenho a oportunidade de recepcioná-los em 2017, certo? Fiquem à vontade, a casa é de vocês, apreciem cada momento que este espaço produziu ao longo deste ano, pois são experiências pessoais, mas compartilhadas com muito carinho para ajuda-los da melhor maneira.

Muita alegria, paz, sonhos realizados, conquistas, e todas as boas energias a todos vocês.

Um forte abraço e que venha 2017!

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

Seja o primeiro a opinar sobre “Retrospectiva 2016 parte 5: Reaprender”.