Facebook Instagram Twitter Tumblr Youtube

Todos os posts sobre Momento Fashionista
Por Daniel Saraiva em 12 de dezembro de 2016
0 Comentários  |  Loading Ler mais tarde

Trabalhar como modelo e não gostar do preto é uma tarefa quase impossível. Percebemos isso quando, ao entrar na indústria, recebemos orientações de que em todos os castings o tipo de roupa ideal é aquele na cor preta. Mas por que isso? A cor deixa você mais alto, mais magro e passa a mensagem de elegância sem precisar de muita coisa, como mencionei no post “A Ousadia Começa Pelo Preto”, dando dicas para se ter um estilo mais ousado a partir do uso de peças dessa cor. Bom, mas resumindo, a cor escura dificilmente dá erro e é uma ótima dica para orientar jovens modelos em relação a como se vestir. Porém, com o tempo você sente a necessidade de querer algo mais do que sempre ter que optar por ele. Inclusive estou passando por isso no momento e não está sendo uma tarefa fácil, porque usar o preto meio que acaba se tornando um hábito. E quem me acompanha tanto pelo blog como pelas redes sociais percebe que tento ao máximo compor looks de casting da maneira mais diferenciada possível, tanto que não resisti e acabei fazendo um post com as inspirações.

foco-no-estilo173

Bom, como falei, se livrar do preto não é uma tarefa fácil, pois dificilmente você encontrará outra cor que fique tão bem com tudo. Mas no caso desse casting foi bem diferente, não foi por falta de opção, e sim por querer usar algo que tinha acabado de entrar no meu guarda-roupa, por isso optei pela calça e camisa da Atto Favo, achando que seria uma ótima oportunidade de usá-las. Porém, sabia que não seria o suficiente, faltava algo que fizesse o look ir além do básico. Sem contar que eu queria uma sobreposição que não tinha usado ainda e foi justamente essa jaqueta da Para Eles que se uniu perfeitamente à minha escolha, juntamente com a Chelsea Boots, acessórios e o boné. Poderia ter optado por um chapéu, mas aí a produção ficaria muito óbvia, por isso decidi ir pelo lado contrário. Diferente dos demais looks que vocês estão acostumados a ver por aqui, esse pode até parecer mais simples, não é? Sim, mas na ocasião o casting era para um desfile e, ao menos na minha cidade, quando o modelo passa pela seleção, tem que tirar a sobreposição ou boné, o que não acontece nos castings fotográficos, por isso prefiro optar por algo que não seja tão produzido.

foco-no-estilo178

Bom, a dica é quebrar a rotina e ousar, mas sempre usando o bom senso como termômetro, afinal a regra é usar aquilo que te faça sentir bem e não que te deixe incomodado ou se sentindo esquisito. Lembrem-se, meninos: roupa é liberdade, não prisão. E vocês podem fugir de qualquer padrão.

Abraços!

Por Daniel Saraiva em 19 de setembro de 2016
4 comentários  |  Loading Ler mais tarde
Na sexta-feira foi dia de fotografar mais um editorial para o blog e quero ressaltar que estou adorando a ideia de produzir editoriais exclusivos aqui para este espaço, pois isso tem me ajudado estimular minha criatividade, apesar de gostar mais de ser modelo do que produtor ou stylist.
Na hora de escolher o que irei vestir para ir em determinado lugar levo em consideração o clima e o horário, pois embora aqui em Fortaleza seja quente o ano inteiro, existem horários em que o calor do Sol não é tão forte e assim dá para apostar nas minhas boas sobreposições. Apesar de sempre dizer que quem faz o seu estilo é você, é importante frisar que as combinações devem sair de acordo com sua personalidade, que não se trata somente de misturar peças opostas e montar um look, mas levar em consideração como nos sentiremos vestidos nele. O segredo de um bom visual é a confiança que ele lhe passa ao vestir, pois se não se sentir bem com ele, dificilmente ele ficará legal, afinal, confiança é o mais importante.
foco-no-estilo132

A Jaqueta College foi uma das primeiras a entrar no meu guarda-roupa e apesar de velhinha e conhecida por aqui, considero ela uma das minhas favoritas, inclusive já cheguei a comentar que se uma peça é boa não importa quanto tempo está no seu guarda-roupa desde que esteja em bom estado para se usar.  Por isso, escolhi ela para combinar com a camisa de botões xadrez, outra peça que tenho há bastante tempo. Lembrando que a camisa é de manga curta para que o look não fique muito pesado. Já vi várias combinações de camisa social com jaqueta e até já usei muito por aqui, mas uma xadrez com college achei que deixaria o look não tão formal e daria uma quebrada com uma pegada mais streetwear. Combinado com a calça destroyed e uma Chelse Boots foi a proposta ideal para um look de trabalho.

foco-no-estilo134

Se você é modelo procure sair do básico que algumas pessoas sugerem que você vista e invista na sua personalidade em forma de vestimentas, pois isso lhe dará uma identidade única. Por enquanto a única coisa que pude liberar por aqui foi o look usado, porque o editorial mesmo é melhor deixar a surpresa para o futuro.

Abraços!
Por Daniel Saraiva em 15 de agosto de 2016
6 comentários  |  Loading Ler mais tarde

 

Alguns dias antes de viajar fui convidado para o Lançamento da Coleção Fun, da Maresia, no Shopping Iguatemi, evento que contou com a presença de alguns nomes da moda. No decorrer da noite houve um desfile de prévia da nova coleção e um bate papo com blogueiro Kadu Dantas. Mas o melhor foi poder rever amigos, além de conhecer pessoas novas e trocar aquele papo fashion.
Em eventos de moda gosto de montar combinações inusitadas. Neste caso, já tinha em mente o look que iria usar, porém de ultima hora ocorreu um acidente com ele, me fazendo mudar às pressas. Vocês conseguiriam escolher um look ideal para uma ocasião em menos de cinco minutos? Bom, eu não conseguiria, quer dizer, eu achava que não, mas na correria acabei conseguindo e até me surpreendi com o resultado. A combinação foi a seguinte: Tshirt com transparência, jaqueta de cetim com Patches, calça detonada, Chelsea boots e acessórios, uma escolha que me deixou confiante do resultado feito às pressas. Não imaginava usar todas elas em um look só, mas esse sou eu, sempre opto pelo que é diferente, isso me faz me sentir bem.
A dica que dou para os garotos que desejam um estilo mais diferenciado, porém ainda têm um certo receio, é: comecem aos poucos, para ser uma mudança onde você mesmo possa ver o que vai ficando legal com seu estilo. Não opte por mudar rapidamente ou mesmo colocar uma jaqueta de cetim com uma t-shirt transparente, isso pode lhe causar um grande choque visual e lhe deixar desconfortável (a não ser que você seja realmente muito de boa com isso). Por isso, é interessante ir com calma, experimentando aos poucos. Mas pode ter certeza de que depois que você se habituar ao novo, vai começar a fazer grandes combinações.
foco-no-estilo100 foco-no-estilo98

 

 

 Jaqueta: Para Eles | T-shirt: Esplanada | Calça: Atto Favo | Acessórios: i 94 | Chelsea Boots: Dafiti
Fotografia: Hugo Digenário
Abraços!
Por Daniel Saraiva em 30 de maio de 2016
0 Comentários  |  Loading Ler mais tarde
Algumas semanas atrás fui selecionado para fotografar um editorial para a revista virtual Ozten, de São Paulo. Além de mim foram escolhidos também mais três modelos. As fotos seguiram uma temática dos anos 90 e para mim foi como reviver toda essa década em poucos horas de fotos, foi uma experiência magnífica e um ponto a mais na carreira, até porque foram poucas as vezes que tive a oportunidade de fotografar em grupo. Para as fotos tive que usar um piercing de septo, o que foi um pouco desconfortável. As fotos de look foram tiradas logo no início do ensaio, por isso os registros foram feitos com ele.
Antes de me arrumar para ir fotografar costumo sempre ter uma base do que vestir, mas pela primeira vez foi difícil escolher o look certo. Mesmo sabendo que trocarei de roupa, não abro mão do meu estilo pessoal de vestir, sou assim, gosto de ousar a cada dia e sempre procuro inovar nas minhas composições, algo que acredito já ser minha marca pessoal. Usar um look básico é como se não combinasse com minha personalidade. Antes possuía bastante receio de ousar nas produções que usava para fotografar e muitas das vezes optava pelo básico, mas hoje me sinto mais livre para ir como quero.

Depois de muita escolha resolvi unir essa jaqueta da Para Eles com a t-shirt da Riachuelo. O mais engraçado é que ambas não foram compradas juntas e nem são da mesma loja, mas aparentam ser uma só quando vestidas. Adorei essa união, ainda mais porque ficou algo monocromático na parte de cima. Para completar, optei pela corrente da Atto Favo e pelo boné da Forever 21, acessórios que deram aquele estilo streetwear. Porém, como gosto de quebrar o padrão do look, optei pela chelsea boots e assim acabou ficando uma identidade pessoal, combinada com a calça skinny preta, que é uma peça coringa no guarda-roupa masculino.

foco-no-estilo44 foco-no-estilo46 foco-no-estilo48

Se alguns de vocês são assim como eu na hora de se vestir e tiverem que fazer fotos, não se limitem apenas ao básico, pois vocês podem acabar escondendo sua personalidade através da roupa. Hoje a moda é mais livre e quando falo isso me refiro também à maneira como os modelos se vestem, então não se limitem apenas ao look all black, ousem mais. Vocês podem, acreditem.

Abraços!